Atrair consumidores nos dias de hoje é o resultado de uma série de esforços que vão além de investir em publicidade apenas, coisa que funcionava antigamente. Hoje, as redes sociais desempenham um papel importante e por isso um novo termo vem surgindo, o social SEO.

Inevitavelmente as redes sociais acabam influenciando o posicionamento de um site no Google, por exemplo. Não exatamente porque existe um algoritmo para isso, mas ao levar em consideração a experiência dos usuários que o buscador prioriza.

Geralmente as medidas são básicas e muitas vezes negligenciadas. No entanto, com esforços simples é possível alcançar resultados satisfatórios.

Usar automação?

Apesar das ferramentas de automação serem atrativas, muitas tarefas são feitas com mais eficiência se houver um fator humano do outro lado, coisa que as máquinas não podem fazer.

Interpretar comentários, ironias e piadas, por exemplo, não é uma tarefa que os algoritmos conseguem. Para oferecer uma relação mais humana, nada melhor do que ter uma pessoa ou equipe dedicada. O público percebe quando está falando com uma máquina.

No entanto, existem tarefas que podem ser automatizadas se o volume de clientes for muito grande.

Dá para automatizar perguntas básicas que as pessoas sempre fazem e que tomaria muito tempo para uma pessoa responder uma por uma. Portanto, exerça o bom senso de acordo com suas necessidades, realidade e objetivos.

Otimização dos perfis

Para deixar as redes sociais amigáveis ao SEO é preciso colocar muitas informações e descrições possíveis, além de usar as palavras-chaves relevantes ao negócio de uma forma que fique contextualizada.

Para deixar a página do Facebook amigável aos mecanismos de buscas, é importante colocar informações, como endereço, cidade, estado etc. Inclua links para os outros canais e para o site.

Certifique-se que seu negócio está listado na categoria certa e nunca esqueça de deixar os campos de informações básicas sempre completos.

Faça bom uso de palavras em seu conteúdo

O Google usa algoritmos para determinar do que se trata o conteúdo. Se toda vez que você postar alguma informação relevante posicionar uma palavra-chave com o nome de seu negócio, será melhor.

Você poderá se tornar referência ao sempre aparecer relacionado com o termo. Para isso, não basta repetir um monte de palavras que nada tenha relação com o assunto ou conteúdo.

Se as pessoas gostarem das informações irão comentar, marcar amigos e compartilhar. Quanto mais engajamento tiver seu post, mais os algoritmos do Facebook interpretarão que esse conteúdo é relevante.

Então, quando alguém fizer uma pesquisa no Google, será mais provável que esse post apareça junto com outras informações que ele considera relevante.

Crie links

Um fator que ainda faz diferença é o link building. Isso influencia no ranqueamento e determinará a autoridade.

No entanto, não é qualquer link. Eles devem ser de sites confiáveis, ter conteúdos relevantes e não cair na tentação de fazer essa avaliação apenas pelo número de visitas que o site ou página recebe.

Portanto, cuidado com o que compartilha e deixa linkado com sua rede social. Por exemplo, você vende ferramentas automotivas.

Não adianta ter um link dentro de um site ou rede social que ensina como fazer crochê com DIY, mas com 300.000 visitas diárias.

O público que for atraído provavelmente não será o seu. Além disso, será menos provável que esse conteúdo viralize e seja menos compartilhado.